sábado, 30 de maio de 2015

Saúde pela internet

Segundo o Canal Minha Saúdo do Ig: Pesquisa mostra que 86% dos brasileiros com acesso à internet pesquisam informações sobre saúde. Mas apenas 25% confere a fonte.

Saúde pela internet

Pesquisa mostra que 86% dos brasileiros com acesso à internet pesquisam informações sobre saúde. Mas apenas 25% confere a fonte



Quando a internet começou a se consolidar como uma alternativa para pesquisas e troca de informações, há mais de dez anos, o grande desafio era ampliar o acesso à rede. Agora,
 com cerca de dois bilhões de usuários, o desafio é outro. O internauta precisa aprender a filtrar as informações que acessa e identificar o que realmente é confiável.Foto: Getty Images
Casal faz pesquisa pela internet
Isso é particularmente importante quando se trata de informações sobre saúde. “O internauta pode interpretar erroneamente seus sintomas, levando a uma corrida por exames e até tratamentos desnecessários. Ou o contrário, pode subestimar seu problema”, afirma Sneh Khemka, diretor médico da Bupa Internacional. 

A instituição divulgou nesta terça-feira, dia 4, a pesquisa Bupa Health Pulse, realizada pela London School of Economics (LSE), na qual 12.262 pessoas de 12 países foram entrevistadas. O levantamento ouviu 1.005 brasileiros e constatou que 86% dos que tinham acesso à internet utilizam a rede para buscar orientações sobre saúde, remédios e suas condições médicas. No entanto, apenas 25% deles  também verificam a fonte dos dados. 

“É necessário conferir as fontes para atestar a qualidade do conteúdo. Nesse sentido, vale verificar quem é o autor ou organização responsável pelo website e checar quando as informações foram atualizadas pela última vez”, afirma David McDaid, pesquisador sênior da LSE.

Campeões em pesquisas pela internet
Conheça os países que lideram o ranking de pesquisas sobre saúde pela internet
Bupa Health Pulse


O uso da internet
Os dados revelam ainda que 68% dos brasileiros buscam online informações sobre medicamentos, 45% procuram se informar sobre hospitais e 41% querem conhecer na internet experiências de outros pacientes com determinado problema de saúde.
Os resultados mostraram que a maioria (57%) dos brasileiros gostaria de poder renovar suas prescrições de tratamentos pela internet, enquanto 55% gostariam de usar a rede para marcar as consultas e 54% mostram interesse em acessar seus prontuários médicos ou resultados de testes online.
Atualmente, 23% marcam consultas, acessam seus prontuários médicos e resultados de testes pela internet.

Desejo dos internautas

Saiba quais os serviços de saúde que os internautas mais gostariam de ter
Bupa Health Pulse

Redes sociais
Entre os jovens, as redes sociais são muito utilizadas para compartilhar dúvidas sobre saúde. Cerca de 25% dos jovens com idade entre 18 e 34 anos usou redes como Facebook e MySpace para publicar comentários e perguntas sobre o tema. O número cai bastante conforme a idade aumenta.
Dicas
A rede mundial de computadores pode ser uma ferramenta útil no campo da saúde, se bem utilizada.Na hora de escolher o médico, por exemplo, ela pode auxiliar o paciente na consulta à lista do conselho federal ou regional de medicina. A internet pode inclusive ajudar a detalhar as diferenças entre psicólogos, psiquiatras e psicanalistas, assim é possível definir o que pode ser melhor para você. 

A Buca International aponta quatro tópicos fundamentais para garantir a qualidade das informações sobre saúde pesquisadas na internet.
Pesquisa refinada – Seja o mais específico possível na hora da pesquisa, pois isso aumenta a chance de encontrar rápido aquilo que procura;
Busque a fonte – Por mais promissor que pareça o site, verifique sempre a fonte da informação. Procure por selos de qualidade, que atestam a confiabilidade de instituições independentes. Também leia a seção “A nosso respeito” dos sites, na qual deve constar quem é o responsável pelo site e quem são os autores das informações publicadas nele.
Informação pode ter validade – Verifique a data em que a informação foi publicada. Os constantes avanços da ciência podem desatualizar rapidamente uma informação sobre tratamentos ou medicações;
Fale com o médico - Por mais confiável que seja a informação encontrada, se você estiver com algum problema de saúde deve buscar a orientação do seu médico e não se automedicar.

Informações mais pesquisadas

Veja o tipo de informação sobre saúde mais procurada na internet
Bupa Health Pulse




Nenhum comentário:

Postar um comentário